Espaço MEMÓRIA PIRACICABANA

,

Pages

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Os Diehl de Piracicaba


O arquivo Jair Toledo Veiga é composto por diversos documentos, fotografias e recortes de jornais. Veiga dedicou sua vida as atividades cartorárias, porém deu grande parte de seu tempo as investigações genealógicas. Entre os muitos documentos irei destacar o da família Diehl. Relatório composto de 36 páginas, não sendo o único documento existente a fazer menção da família.



Vindo da Alemanha, Felipe Diehl e sua esposa Anna Margarida Diehl chegaram ao Brasil por volta de 1848 junto com seus filhos: Martinho Diehl, Jacob Diehl, Felipe Diehl, Carlos Diehl, Catharina Diehl, Maria Diehl, Jorge Diehl e a caçula Isabel Diehl. Estabeleceram-se primeiro em Limeira e posteriormente em Piracicaba. Felipe Diehl foi o primeiro alemão a obter propriedades na cidade, em 1885, tendo trabalhado com os filhos na feitura de um paredão as margens do rio Piracicaba, obra empreitada pela empresa Vergueiro & Cia.

 Com um total de 8 filhos, 42 netos, 142 bisnetos (números que constam nos documentos pesquisados), os Diehl são apenas um exemplo de centenas de outras famílias que imigraram para a nossa região. São muitos os registros encontrados no arquivo do Genealogista Jair Toledo Veiga, disponível para pesquisa no Espaço Memória Piracicabana.

Maycon Costa, aluno do 2º semestre do curso de História da Unimep.

Pesquisa realizada no acervo Jair Toledo Veiga.


Nenhum comentário:

Postar um comentário